sábado, 31 de julho de 2010

Soneto do amigo



Enfim, depois de tanto erro passado
Tantas retaliações, tanto perigo
Eis que ressurge noutro o velho amigo
Nunca perdido, sempre reencontrado.

É bom sentá-lo novamente ao lado
Com olhos que contêm o olhar antigo
Sempre comigo um pouco atribulado
E como sempre singular comigo.

Um bicho igual a mim, simples e humano
Sabendo se mover e comover
E a disfarçar com o meu próprio engano.

O amigo: um ser que a vida não explica
Que só se vai ao ver outro nascer
E o espelho de minha alma multiplica...

Vinícios de Moraes

quinta-feira, 29 de julho de 2010

As sem-razões do amor


Eu te amo porque te amo,
Não precisas ser amante,
e nem sempre sabes sê-lo.
Eu te amo porque te amo.
Amor é estado de graça
e com amor não se paga.

Amor é dado de graça,
é semeado no vento,
na cachoeira, no eclipse.
Amor foge a dicionários
e a regulamentos vários.

Eu te amo porque não amo
bastante ou demais a mim.
Porque amor não se troca,
não se conjuga nem se ama.
Porque amor é amor a nada,
feliz e forte em si mesmo.

Amor é primo da morte,
e da morte vencedor,
por mais que o matem (e matam)
a cada instante de amor.
Carlos Drummont de Andrade

segunda-feira, 26 de julho de 2010

Observando...


Numa noite estranha de inverno
Céu estrelado
Cachoros latiam
Namorados passeavam
E eu observava

O rádio cantava uma canção...
uma canção de amor
E eu...
...continiava observando

As palntas se deliciavam
com o orvalho da noite
Umas obriam outras fechavam
E eu observava

As nuvens no céu
Iam e vinham
Como se estivessem a bailar
E eu a observar

A noite doi dando lugar a manhã
Os cachorros pararam
Os namorados dormiam
A vida recomeçava
E eu observava

Pris Jardim

sexta-feira, 23 de julho de 2010

Minha Alma


Minha alma é livre
Minha alma é alegre
Minha alma é criança
Minha alma é jovem


Minha alma aprende
Minha alma ajuda
Minha alma vibra
Minha alma ama


Minha alma é minha
Minha alma é amiga
Minha alma é irmã
Minha alma vive


Vive e sonha
Sonha e realiza
Realiza e vibra
Vibra e volta a sonhar

Assim é minha alma
Incessante
Impulsiva
Minha alma é assim



Autora: Pris Jardim
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...