Pular para o conteúdo principal

Selo, Esse Blog Me Faz Sorrir


Recebi esse selo da minha querida Valéria do Blog Dolce Algodão http://dolcealgodao.blogspot.com
Esse selo tem algumas regras: Falar 9 coisas sobre nós e repassar para 9 blogs amigos.
Bom, sobre mim:
- Amo ler, escrever e ouvir música
- Passo horas na internet sempre que posso
-Faço e adoro trabalhos manuais, bordados, pinturas e decoupagem
-Sou casada e tenho um filha linda que é meu orgulho
-Fiz faculdade de direito, mas não concluí, parei para casar e minha vida tomou outro rumo, ainda bem,rsrs
- Sou de São Paulo
- Adoro fazer amigos e estar com eles sempre que posso
- Adoro escrever nos  meus blogs e estou prestes a fazer outro, esse sobre música antiga
- Gosto muito de passear em lugares como praças e parques, assistir bons filmes no DVD e rir.

Falei um pouquinho sobre mim e o selo todos vocês que quiserem fiquem à vontade para leva-lo.

Pris

Comentários

ValeriaC disse…
Florzinha legal saber mais um pouquinho de voce...
Tenha um domingo lindo e uma ótima semana...beijos...
Valéria
Jeanne disse…
Que legal, gostas das coisas boas da vida, atividades saudáveis e edificantes. Gostei de te conhecer um pouco mais...
Parabéns pelo selinho, ando sem tempo, mas se der repasso.
Beijos :)
flavia disse…
só esqueceu de colocar uma coisa importante HUUURRRUUU
é a minha grande AMIGA,que devo grande parte da minha evolução.
Te adorooo

Postagens mais visitadas deste blog

Poema de Cora Coralina

Não sei se a vida é curta ou longa para nós, mas sei que nada do que vivemos tem sentido, se não tocarmos o coração das pessoas.
Muitas vezes basta ser: colo que acolhe, braço que envolve, palavra que conforta, silencio que respeita, alegria que contagia, lágrima que corre, olhar que acaricia, desejo que sacia, amor que promove.
E isso não é coisa de outro mundo, é o que dá sentido à vida. É o que faz com que ela não seja nem curta, nem longa demais, mas que seja intensa, verdadeira, pura enquanto durar. Feliz aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina. Cora Coralina

Eu e o Tempo ( Pris Jardim)

Vou andando... ...caminhando Vejo o novo Aprendo com o velho
No riacho desfaço meu cansaço Vejo o peixe, o pássaro Retomo o passo
Perambulo no tempo Me perco Me acho E volta o cansaço
Agora as pernas falham O lho o espaço Conto o que aprendi Revejo o que vivi
Descanso me refaço Ando e paro Agora me desfaço
Pris Jardim

A Criança e o Adulto

A criança brinca com seu brinquedo distraída, o adulto olha atento a criança que está brincando e perdida em seus pensamentos.
Seus pensamentos na verdade são sonhos, enquanto brinca realiza o desejo de um futuro certo para ela.
O adulto olha a criança e se lembra de quando era criança, de seus sonhos e certezas e de como tudo ficou diferente e pensa: " Santa ingenuidade que nos faz tão bem, bom seria ser criança que não pensa, só brinca".
A criança olha o adulto e pensa: "Que bom que seus sonhos se realizaram e ele agora só pensa que tudo deu certo".
Ambos se entre olham e sorriem, a criança volta a brincar e a sonhar e o adulto volta a observar a criança e a suspirar: " Santa ingenuidade".

Pris Jardim