Pular para o conteúdo principal

Sonhos de um Anjo ( Pris Jardim) Parte 7

      
      Num dia, fomos à uma livraria comprar uns livros para estudar para o vestibular.

-         Sami, encontrei um livro que fala sobre anjos!
-         Angel, você realmente acredita nisso?
-         Mas é claro! E vou leva-lo.
-         Angel, esse é um livro espírita! Você tem certeza de que quer ler isso?
-         E porque não? Se converso como Roberto em meus sonhos, porque não ler um livro espírita para entender melhor o que ele me diz?
-         Ai...desisto! Você é quem sabe.

      Cheguei em casa e fui logo lendo o livro. Muitas coisa que eu lia alí o Roberto já havia me explicado. Fiquei surpreendida com tudo o que estava ali escrito. Era um mundo novo que se abria para mim. Um mundo repleto de alegrias, de amor, de compreenssão, de perdão e conforto. Algumas frazes deste livro me chamaram a atenção:
      “ Todos nós temos um anjo que nos auxilia e vai de nós aprender a ouvi-lo.”
      “ Tudo pode ser corrigido se nos arrependermos de coração e aprendermos a lição para não mais errarmos.”
      “ Deus dá à seus filhos o direito de errar para aprender e nesse aprendizado crescer.”
      Era tanta coisa boa que eu lia que pensei em quanta coisa poderia fazer para ajudar ao próximo e ao invés disso, estava destruindo minha vida, mas nunca é tarde para recomeçar. E recomecei como se eu estivesse acabado de nascer.
      Em meio à meus pensamentos, fui despertada ao tocar o telefone. Era Samara. Ela estava aflita, falava coisas sem sentido do outro lado, e eu sem entender nada dei um berro ao telefone para ver se ela se acalmava. Só então entendi o que havia acontecido.
      Roger e Fabiana haviam sido baleados em uma troca de tiros entre a polícia e traficantes.

-         Mas como assim Sami? O Que eles estavam fazendo lá na boca?
-         Comprando drogas!
-         Nossa, nunca pensei que eles iriam tão longe.
-         Pra você ver! Depois que nos afastamos a barra ficou ainda mais pesada. Eles começaram a traficar também, e a cada dia se envolvendo com drogas mais pesadas, aí deu no que deu!
-         Mas quem te contou isso?
-         Foi o Hiroshi, ele acabou de saber por um amigo do Roger.

      Fomos os tres até o hospital para saber como eles estavam. Fiquei assustada ao saber que Fabiana estava grávida de um traficante e que poderia morrer pois a bala estava próxima ao seu coração e que Roger poderia ficar paraplégico pois uma das balas havia atingido a coluna.
      CARAMBA! Turminha barra pesada essa sua hein? Ainda bem que você se afastou a tempo.
      É, eu devo tudo isso ao Roberto pois se não fosse por sua intervenção, talvez fosse eu que estaria no hospital grávida e entre a vida e a morte.
      Os dias se passaram e Roberto veio novamente me visitar e conversamos sobre o que havia acontecido com meus antigos amigos. Roger acabou ficando paralítico mesmo, os médicos disseram que com o passar do tempo e muita fisioterapia ele poderia voltar a andar. Fabiana perdeu o neném, e agora ela está internada em uma clínica para dependentes químicos.
      As duas famílias aprenderam muito com as tragédias que aconteceram. A família do Roger vai ter de aprender a lidar com um rapaz rebelde e imprevisivél que agora está totalmente dependete deles, logo ele, que sempre se achou inantingivél, hoje está aprendendo a conviver e ser humilde com sua família.
      Fabiana que nunca teve o amor de sua família hoje o tem, se não inteiramente mas muito mais do que já havia tido em sua vida.

-         Beto, fico triste em ver meus amigos assim. Aprendendo a conviver com os seus através da dor.
-         Meu anjo, as pessoas passam por aquilo que se tem de passar. Elas aprendem ou pelo amor ou pela dor e essa escolha é com elas.
-         Mas é justo sofrer tanto para se aprender?
-         As vezes para se educar uma criança, não basta amor, carinho e compreenção, que são indispensáveis mas é preciso às vezes repreendê-la e até mesmo contraria-la para que ela possa aprender, você entende?
-         As vezes me assusto com toda essa situação.
-         Angel, Deus é pai misericordioso, ele ama a todos seus filhos, ele educou e ensinou, mas quando eles preferem viver suas vidas longe de sua lei e ensinamentos, ele sempre acha uma maneira de traze-los de volta. É a lei de ação e reação. Se você faz algo de errado, uma hora aquilo voltará à você em forma de resgate, de aprendizado.
Continua...

Comentários

flavia disse…
hurruuhhhuuu vou te processar pq estou ficando viciadissima,ta otimo a cada edição+curiosidade,vontade e tb cultura pode ter certeza q tb estamos apreendendo,parabénssss miguxaaa

Postagens mais visitadas deste blog

Poema de Cora Coralina

Não sei se a vida é curta ou longa para nós, mas sei que nada do que vivemos tem sentido, se não tocarmos o coração das pessoas.
Muitas vezes basta ser: colo que acolhe, braço que envolve, palavra que conforta, silencio que respeita, alegria que contagia, lágrima que corre, olhar que acaricia, desejo que sacia, amor que promove.
E isso não é coisa de outro mundo, é o que dá sentido à vida. É o que faz com que ela não seja nem curta, nem longa demais, mas que seja intensa, verdadeira, pura enquanto durar. Feliz aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina. Cora Coralina

A Criança e o Adulto

A criança brinca com seu brinquedo distraída, o adulto olha atento a criança que está brincando e perdida em seus pensamentos.
Seus pensamentos na verdade são sonhos, enquanto brinca realiza o desejo de um futuro certo para ela.
O adulto olha a criança e se lembra de quando era criança, de seus sonhos e certezas e de como tudo ficou diferente e pensa: " Santa ingenuidade que nos faz tão bem, bom seria ser criança que não pensa, só brinca".
A criança olha o adulto e pensa: "Que bom que seus sonhos se realizaram e ele agora só pensa que tudo deu certo".
Ambos se entre olham e sorriem, a criança volta a brincar e a sonhar e o adulto volta a observar a criança e a suspirar: " Santa ingenuidade".

Pris Jardim

Parabéns para todas as Mães !